Publicidade

Controle Contabilidade

;

SUPER SHOW GOMES

sábado, 12 de novembro de 2011

Dep. Est. Fátima Bezerra - PT- RN

Fátima Bezerra comemora aprovação de emenda de iniciativa popular ao OGU

Os municípios com até 50 mil habitantes ganharam um reforço nesta quinta-feira (10), com a aprovação do parecer preliminar pela Comissão de Orçamento de um aporte de R$ 2,5 bilhões para serem aplicados na saúde em áreas a serem escolhidas pelos municípios por meio de realização de audiências públicas.

A proposta é do relator-geral da Lei orçamentária Anual de 2012, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), que apresentou emenda permitindo à iniciativa popular destinar R$ 2,5 bilhões para recursos dos municípios com até 50 mil habitantes nas áreas de saúde, saneamento, agricultura, infraestrutura, prevenção de desastres e educação infantil.

No Rio Grande do Norte, as emendas de iniciativa popular significarão um aporte de mais R$ 66,1 milhões para 159 municípios em 2012. A deputada federal Fátima Bezerra (PT), em parceria com a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), reuniu dia 3 gestores municipais e vereadores do estado em Natal para explicar como funcionará o orçamento participativo. Eles assinaram um documento solicitando o apoio da bancada federal para o projeto, que vinha encontrando resistência no Congresso Nacional. 

“O orçamento participativo aproxima os cidadãos do Executivo, estimulando-os a pensarem mais a cidade, a decidirem e fiscalizarem os gastos. É o modo petista de governar, de forma mais democrática, com transparência e descentralização de poder. E não podemos esquecer que virão mais recursos para a Saúde , seguramente a área mais necessitada”, comemorou Fátima Bezerra. 

O orçamento participativo é um modelo de planejamento orçamentário criado pelo PT ainda na década de 80. 

Durante reunião da Comissão Mista de Orçamento, ficou decidido que os recursos serão exclusivamente para a área de saúde. As emendas poderão ser entre R$ 300 mil para os municípios com até 5 mil habitantes, R$ 400 mil para as cidades com até 10 mil habitantes, R$ 500 mil para cidades com até 20 mil moradores e R$ 600 mil para as cidades com até 50 mil habitantes.

As emendas populares só serão aprovadas depois de passarem por audiências públicas promovidas pelas Câmaras de Vereadores e Prefeituras Municipais, e pelo acompanhamento habitual da Câmara dos Deputados. As propostas devem ser encaminhas à Comissão de Orçamento até o dia 10 de dezembro.

Elas devem se enquadrar em alguns desses pontos:  estruturação da rede de serviços de atenção básica à saúde, implantação de melhorias sanitárias domiciliares, implantação e melhoria de serviços públicos de abastecimento de água, implantação e melhoria de sistemas públicos de esgotamento sanitário, resíduos sólidos e nos serviços de Atenção as urgências e emergências na rede hospitalar.

* Com informações do site do PT
* Foto: Agência Câmara

Assessoria de Imprensa
Dep. Federal Fátima Bezerra - PT/RN
Luana Ferreira - (84) 3222.1313 | (84) 8722.0213
Rejane Medeiros - (61) 3215.5236 | (61) 8218.3853 | (61) 9983.5196
Pedro Filgueira - (84) 3222.1313 | (84) 8899.7236 | (84) 9165.8459

Nenhum comentário:

Postar um comentário