Publicidade

Controle Contabilidade

;

SUPER SHOW GOMES

quinta-feira, 31 de março de 2011

Dia da Mentira

TOP 10 dos sites e blogs do Agreste e Litoral Sul mais acessados - Março/2011

31 Março 2011

O VNT divulga o ranking dos 10 blogs e sites com maior desempenho do Agreste e Litoral Sul, segundo o Alexa.com
Do VNT
O site Norte-Americano Alexa. Avalia o desempenho dos sites e blogs de todo o mundo na Internet. A pesquisa foi feita no dia 31 de  março  de 2011 e foram pesquisados 62 sites e blogs da microrregião Agreste e Litoral Sul.

A análise é feita em cima do tráfego de visitantes e a popularidade que os blogs e sites têm, e quanto menor o valor do tráfego apurado, mais acessado é.



Confira os sites e blogs do Agreste e Litoral Sul que estão no TOP 10 dos sites e blogs mais acessados em março/2011:

1º - Gazeta do Agreste (Nova Cruz-RN) - Traffic Rank: 4,972,,136
2º - Juninho CDs (Serrinha/RN) - Traffic Rank: 5,600,7098
3º - Goianinha/RN em Foco (Goianinha-RN) - Traffic Rank:5,963,533
4º - Afrânio Patrício (Nova Cruz/RN) - Traffic Rank: 6,001,620
5º - Ane Ligada em você (Nova Cruz)- Traffic Rank:7,805,288
6º - Phablo Galvão (Goianinha/RN) - Traffic Rank: 9,250,904
7º - Nova Cruz/RN em Foco (Nova Cruz-RN) - Traffic Rank:9,553,249
8º - Cláudio Lima News (Nova Cruz/RN) - Traffic Rank:10,735,140
9º - Impactante (Nova Cruz/RN) - Traffic Rank:12,034,520
10º - VNT Online (Várzea-RN) - Traffic Rank:12,253,252

terça-feira, 29 de março de 2011

                                                                                        Hermano e membros de ONG suíça se reúnem com Rosalba




O deputado estadual Hermano Morais (PMDB) acompanhou, na tarde desta segunda-feira (28), uma comissão da organização não governamental suíça Ameropa numa reunião com a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini. O objetivo do encontro era apresentar os projetos desenvolvidos pela entidade no estado e pedir o apoio do Governo em algumas iniciativas.

A principal solicitação dos membros da Ameropa foi a garantia de parceria com o Governo para a construção de um centro esportivo no bairro de Mãe Luiza, onde a ONG já realiza uma série de trabalhos sociais. A intenção da entidade é investir R$ 5,5 milhões na obra, que será construída no terreno de uma escola estadual e administrada em conjunto, possibilitando que a comunidade tenha acesso aos serviços que serão oferecidos.

Presidente da Fundação Ameropa, Nicole Miescher explicou que o ginásio será desenhado pelo mesmo escritório de arquitetura que projetou o estádio olímpico Ninho de Pássaro, em Pequim, construído para as Olimpíadas que aconteceram na China em 2008. “Queremos dar esse presente a Natal. Os arquitetos que vieram aqui ficaram encantados com as pessoas”, afirmou.

Na reunião, Nicole representou também o cônsul geral da Suíça, Hans-Ulrich Tanner, que no último final de semana visitou os municípios de Natal e Touros para conhecer os projetos que contam com o apoio do governo suíço através da ONG.

Pároco da Mãe Luiza, o Padre Robério observou que a iniciativa da Ameropa pode transformar a realidade do bairro de Mãe Luiza. “A intenção do projeto é livrar os jovens do mundo das drogas através do estímulo ao esporte e da oferta de educação de qualidade. Por isso, pensamos que é fundamental o desenvolvimento do bairro. Esses equipamentos são trazidos pela ONG para que a população se sinta bem na sua comunidade”, disse.

Já Hermano Morais destacou para a governadora todo o trabalho realizado pela entidade que mantém em Mãe Luiza uma creche, uma escola, um abrigo de idosos e uma fábrica de vassouras, assim como uma fábrica de produtos de limpeza no Passo da Pátria, em Natal, além de uma fábrica de polpa de frutas no distrito de Boqueirão, em Touros. A Ameropa também oferece microcrédito em condições especiais, estimulando a criação de pequenas e microempresas.

Rosalba Ciarlini foi bastante receptiva. “Vejo esse tipo de trabalho com muito bons olhos. Nosso governo entende que não podemos fazer nada sozinhos. Precisamos que a sociedade esteja de mãos dadas conosco”, defendeu.

Por fim, foi apresentado ainda à governadora o trabalho da Associação para o Desenvolvimento de Iniciativa da Cidadania, financiado 60% pela Ameropa, e que necessita da colaboração do Governo para continuar com o bom funcionamento.

Assessoria de Imprensa
Gabriela Barreto, 84.9927.6822

Caern



NOTÍCIAS DA CAERN

Deputados aprovam por unanimidade operação de crédito de R$ 56 milhões para obras de saneamento 
Os deputados estaduais aprovaram nesta terça-feira (29), por unanimidade, pedido da governadora Rosalba Ciarlini de empréstimo do Governo do Estado para que o Poder Executivo, por meio da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) utilize R$ 56 milhões em recursos provenientes de financiamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para a realização de obras de esgotamento sanitário, sobretudo, na Zona Norte de Natal. Esta é uma das áreas mais carentes da capital quando o assunto é saneamento básico.
Os recursos integram um total de R$ 125 milhões, oriundos da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), dos quais R$ 64 milhões são verbas do Orçamento Geral da União (OGU). A Zona Norte ficará com R$ 84,3 milhões para projetos de esgotamento sanitário. Com este dinheiro será possível construir uma nova Estação de Tratamento de Esgotos, semelhante a do Baldo, com tecnologia de ponta, que vai receber todos os dejetos da região, exceto Redinha. A obra vai permitir que 100% dos esgotos coletados na Zona Norte sejam tratados como determina a Lei 11.445, de 2007, a Lei do Saneamento. Outros R$ 5,7 milhões serão aplicados na ampliação do esgotamento sanitário nas zonas Sul e Leste da cidade.
O PAC 2 também prevê a destinação de R$ 24,4 milhões para ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Caicó e R$ 5,5 milhões para Macaíba. Somente em Caicó, o volume de recursos será suficiente para garantir a coleta e o tratamento dos esgotos de parte da região Norte da cidade, que abrange os bairros de Boa Passagem, Alto da Boa Vista, Samanau e os conjuntos Senador Dinarte Mariz, Salviano Santos e Recreio. Com os investimentos, Macaíba terá 90% e Caicó 60% de cobertura de coleta e tratamento de esgotos.
Outros R$ 5,1 milhões serão aplicados em projetos e estudos para novas alternativas de mananciais de abastecimento de água para Parnamirim e esgoto de Mossoró. A contrapartida do Governo Estadual será de apenas 3,4% volume geral do financiamento do PAC 2, ou seja, R$ 4,25 milhões.
Após a execução do PAC 2 e das obras de saneamento em execução ou com recursos assegurados, Natal terá sua cobertura de esgotamento sanitário elevada dos atuais 34,5% para 70,8% (coleta e tratamento dos esgotos). No Rio Grande do Norte este índice sairá de 22% para 58,4%.

Assessoria de Comunicação Social – ACS
Fones: 3232-4161 / 3232-4236 / 8839-8919

sábado, 26 de março de 2011

Dep. federal Fátima Bezerra (PT-RN)

Fátima Bezerra e prefeitos de Parnamirim e São Gonçalo participam de solenidade no Planalto


O prefeito de Parnamirim, Maurício Marques, acompanhou ontem (24/3), ao lado da deputada federal Fátima Bezerra, no Palácio do Planalto, da solenidade para a assinatura do Termo de Compromisso para a construção de duas creches no município. Quem também participou da solenidade foi o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado, que também foi beneficiado com a construção de duas creches.

Na solenidade de ontem, foi assinado o termo de compromisso para a construção de 718 creches e a entrega simbólica de 54 unidades de educação infantil. A estimativa do Ministério da Educação é de que as unidades atendam a 140 mil crianças . O investimento total será de R$ 800 milhões, investidos em construção e aquisição de mobiliário. As obras estão dentro do programa Proinfância e fazem parte do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento).

O Rio Grande do Norte será beneficiado com 21 creches, nos municípios de Natal (8), Mossoró (3), Parnamirim (2), São Gonçalo do Amarante (2), Extremoz (1), Martins (1), Monte Alegre (1), Poço Branco (1), São Paulo do Potengi (1) e Sítio Novo (1). Os municípios que receberão as 21 creches serão contemplados com  quase R$ 17,4 milhões, sendo R$ 7,2 milhões para Natal.

Mais recursos para os municípios

A presidenta da República, Dilma Rousseff, anunciou, na solenidade, que o governo vai editar uma medida provisória para garantir que os municípios recebam recursos para custear gastos com creches inauguradas e ainda não estão recebendo recursos do Fundeb. Atualmente, as prefeituras só passam a receber os recursos do Fundeb após o MEC registrar a instituição no censo escolar.

A presidenta destacou a importância das creches. “A raiz da desigualdade está na creche. Nela, a criança de uma família de classe média tem acesso a todo tipo de estímulo, alimentação de qualidade. Ter uma política de creche é ter uma política educacional, não é uma política pura e simples de assistência social”. A prefeita de Contagem, Marília Campos, que falou em nome dos prefeitos que já tiveram as creches construídas, elogiou a qualidade das unidades entregues. “No dia da inauguração, as mães que vão conhecer o prédio dizem, admiradas, que aquela é uma creche de rico”, destacou.

Os convênios firmados ontem com as prefeituras contemplam dois tipos de unidades de educação infantil. O primeiro tem capacidade para atender a 240 crianças até 5 anos de idade, em dois turnos, com oito salas pedagógicas, uma sala de informática, cozinha, refeitório e pátio coberto, entre outros ambientes. O outro permite atender a até 120 crianças em dois turnos, com quatro salas pedagógicas e os mesmos espaços previstos no primeiro projeto.

Governo republicano

A presidenta Dilma Roussef destacou que não houve distinção partidária entre os municípios contemplados com as creches. “Nós herdamos do governo Lula o compromisso federativo e republicano de investirmos nos municípios sem olhar a origem partidária dos prefeitos ou governadores, pois entendemos que sem eles não fazemos políticas sociais efetivas. Só com essa postura é que corrigiremos os problemas sociais do país”, destacou.


Assessoria de Imprensa
Dep. Federal Fátima Bezerra - PT/RN
Rejane Medeiros - (61) 3215-5236 / (61) 8218-3853 / (61) 9983-5196
Zhamara Mettuza - (84) 3221-0217 / (84) 9471-2134 / (84) 8722-0213

quinta-feira, 24 de março de 2011

Briola’s Bar
Seresta ao vivo todo final de Semana

Local: Sitio Lagoa Seca – Nova Cruz/RN

Organização: Vando, Adelmo Ferro, Wellington e Robério

Dep. federal Fátima Bezerra (PT-RN)

Caro jornalista,

segue nota com posicionamento da deputada federal Fátima Bezerra sobre o resultado da pesquisa Consult para eleição de 2012 divulgada nesta quinta-feira.

Grata pela divulgação.

 
Assessoria de Imprensa
Dep. Federal Fátima Bezerra - PT/RN
Rejane Medeiros - (61) 3215-5236 / (61) 8218-3853 / (61) 9983-5196
Zhamara Mettuza - (84) 3221-0217 / (84) 9471-2134 / (84) 8722-0213


Nota à imprensa:

A deputada Fátima Bezerra analisa o resultado da pesquisa realizada pela Consult para as eleições de 2012 em Natal.
Segue o texto:

A pesquisa que avalia a intenção de voto para a Prefeitura de Natal é um verdadeiro tsunami de desaprovação da atual gestão. Ela revela em números, o que já se percebe em todos os recantos da cidade. A impressão que fica é de que a gestão acabou antes do fim ou, no máximo, comporta-se como um doente em estado terminal que busca de maneira desesperada um milagre ou uma tábua de salvação.

Os dados são incontestáveis, não autorizam que a prefeita venda ilusões para o futuro. A atual gestão não tem condições de se recuperar. As obras para a Copa de 2014 não funcionarão como uma varinha mágica até porque a população sabe que essas obras não são da Prefeitura. Isso se a atual gestão não conseguir inviabilizar a realização da Copa em Natal. Não torço e nem quero isso, mas com uma gestão sem rumo, sem projeto e carente de competência política e administrativa, não é demais ter receio. Com essa gestão, não dá para a cidade ter certeza de nada.

Mais do que reprovar a atual gestão, Natal quer mudança. Isso é incontestável e deve servir de alerta para quem ainda alimenta algum tipo de ilusão. É preciso, no entanto, dizer que há um conjunto de partidos e personalidades que ajudaram a eleger a atual prefeita, inclusive com grandes aportes financeiros (até do ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda, do Mensalão do DEM) e agora querem se livrar do monstro que criaram. Na verdade, os que apoiaram a atual prefeita em 2008 (José Agripino, Rogério Marinho, Rosalba Ciarlini, Robinson Faria, Fábio Faria, Felipe Maia e outros) são sócios do caos e parceiros do desastre que Natal vive. O povo de Natal não vai cair de novo no mesmo golpe em 2012.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Vereadora Júlia Arruda

Júlia constata dificuldades dos Creas de Natal em visitas

A vereadora Júlia Arruda (PSB) iniciou na manhã desta terça-feira (22) visita aos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) da capital. A parlamentar foi recebida pelo coordenador do serviço da zona Norte de Natal, Humberto Ferreira Pinheiro, que relatou as dificuldades vivenciadas pelos servidores lotados naquela unidade.

Além de pessoal insuficiente (28) para atender a crescente demanda da área que mais tem habitantes de Natal, o responsável pelo Creas informou que a rede não funciona, dificultando os encaminhamentos à população que precisa de assistência em decorrência de violência.

Humberto informou ainda que o veículo que possuem impossibilita a busca ativa de vítimas de violência, uma vez que só utilizam uma Kombi, quando o Creas da zona Leste pode emprestá-lo.

Coordenadores dos Creas de Natal têm uma audiência marcada com o secretário municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), Alcedo Borges, para a manhã desta quarta-feira (23). A próxima visita da vereadora Júlia Arruda deve ser ao Creas da zona Oeste, com data a ser marcada. 














Júlia homenageia pioneira da PM nesta terça-feira

Será na noite desta terça-feira (22) a sessão solene da Câmara Municipal que vai homenagear as mulheres de destaque de Natal, em alusão ao  Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março passado. Criteriosa, a vereadora Júlia Arruda (PSB), concederá a honraria a uma mulher pioneira, exemplo de mãe e policial, e mais que isso: uma sócio-educadora em tempo integral – seja em casa, junto às duas filhas, ou nas centenas de escolas públicas e privadas do RN que possuem o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). A tenente-coronel da PM, Margarida Brandão Fernandes de Araújo, será a homenageada.

Além de se manter na coordenação no RN do programa referência para o Brasil desde a sua implantação em 2002, a policial está a frente também do Proerd para as regiões norte e nordeste. Uma mostra de competência que a fez subir de patente no dia 1 de janeiro deste ano. Graças a seu esforço incansável e de cidadãos também batalhadores, o Proerd, que iniciou com apenas três policiais, em Natal e Parnamirim, hoje envolve 108 PMs, através da criação da primeira Companhia Independente de Prevenção ao Uso de Drogas (Cipred) do Brasil. Implementação esta que possibilitou o programa a chegar a 33 dos 167 municipios do RN, já tendo atendido nesses quase 10 anos de existência cerca de 250 mil pessoas.
 Assessoria de Imprensa
Gabinete Vereadora Júlia Arruda

Dep. federal Fátima Bezerra (PT-RN)

Pró-infância

Dez municípios do RN receberão 21 creches pelo PAC 2


Natal, 23 de março de 2011.

Dez municípios potiguares assinam amanhã convênio com o Ministério da Educação para construção de 21 creches com recursos provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), no âmbito do Programa Pró-infância, totalizando quase R$ 17,4 milhões. Desse total, Natal será contemplada com R$7,2 milhões.

A presidenta da Comissão de Educação e Cultura da Câmara, deputada Fátima Bezerra, vai participar da solenidade de assinatura dos convênios a convite do ministro da Educação Fernando Haddad. O evento será nesta quinta-feira, às 10h, no Salão Nobre do Palácio do Planalto, com a presença da presidenta Dilma Rousseff.

Municípios contemplados

De acordo com a deputada Fátima Bezerra, os municípios potiguares contemplados com as Unidades de Educação Infantil são: Natal (8), Mossoró (3), Parnamirim (2), São Gonçalo do Amarante (2), Extremoz (1), Martins (1), Monte Alegre (1), Poço Branco (1), São Paulo do Potengi (1) e Sítio Novo (1).

A meta do Pró-infância é construir 1,5 mil creches até o final deste ano, chegando a 6 mil em quatro anos.

Assessoria de Imprensa
Dep. Federal Fátima Bezerra - PT/RN
Rejane Medeiros - (61) 3215-5236 / (61) 8218-3853 / (61) 9983-5196
Zhamara Mettuza - (84) 3221-0217 / (84) 9471-2134 / (84) 8722-0213

O secretário Cláudio Porpino, de Serviços Urbanos da Prefeitura de Natal


Cláudio Porpino promete recuperar praça Ney Marinho

O secretário Cláudio Porpino, de Serviços Urbanos da Prefeitura de Natal, resolveu dar um basta nos problemas tão denunciados pela população, na Praça Ney Marinho...próximo ao viaduto do Baldo.
Sujeira, mato e iluminação precária tiraram a beleza da praça, que já estavavirando ponto de consumo de drogas.
Cláudio prometeu recuperar.
Faz bem.

Má-gestão crônica atinge aliados de Rosalba

Do secretário-chefe da Casa Civil do governo rosa, advogado Paulo de Tarso Fernandes, participando, agora há pouco, da audiência pública sobre a Copa de 2014, que está acontecendo na Assembleia Legislativa:

"O Rio Grande do Norte tem um problema crônico de má-gestão".

Se é crônico...é antigo...
Se é antigo, passaria pela "má-gestão" de aliados do atual governo?
Fazendo as contas do passado recente:

-8 meses de governo Iberê Ferreira de Souza - adversário

-7 anos de governo Wilma de Faria - adversário

-8 meses de governo Fernando Freire - continuação do governo Garibaldi, aliado

-4 + 7 anos de governo Garibaldi - aliado

-8 anos de governo José Agripino - aliado...

Huummm...
Quem quiser que vista a carapuça.
Agora...que eu concordo com a frase de Paulo de Tarso...ah, eu concordo!!!

segunda-feira, 21 de março de 2011

Dep. federal Fátima Bezerra (PT-RN)


Brasília, 21 de março de 2011.


Representantes da Comissão de Educação e Cultura e da Frente em Defesa do Piso do Magistério na Câmara dos Deputados vão defender nesta terça-feira (22) junto ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Cezar Peluso, que a Corte aprove a aplicação integral da lei que fixa o piso salarial nacional para os professores (R$ 1.187,00 neste ano).

Segundo a presidenta da Comissão de Educação e Cultura da Câmara, deputada Fátima Bezerra (PT-RN), dois dispositivos estão suspensos pelo STF a pedido dos governos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Ceará e Mato Grosso do Sul, que impetraram ação em 2008 alegando, entre outros aspectos, que a lei viola o princípio da autonomia das unidades da Federação e fere normas que regulam a política orçamentária.

A deputada afirma que uma das regras suspensas é a que concede ao professor o direito de usar um terço da carga horária para atividades extraclasse. A outra estabelece que o piso será o vencimento básico do professor, sem contar vantagens ou gratificações.

Fátima considera fundamental que o STF reverta essas decisões ao julgar o mérito da ação. “Esses dois artigos são pilares centrais da lei. Não pode ficar em aberto a possibilidade de que o gestor lance mão de gratificações para pagar o piso. Aí não é piso, é teto”, afirmou a deputada.

Fátima afirma que muitos prefeitos e também governadores têm se amparado na ação apresentada pelos cinco governos estaduais para não pagar o piso salarial, em prejuízo de parte dos 2,5 milhões de profissionais da educação em atividade no país.

Os prefeitos alegam, especialmente, dificuldades orçamentárias para cumprir a lei.

Assessoria de Imprensa
Dep. Federal Fátima Bezerra - PT/RN
Rejane Medeiros - (61) 3215-5236 / (61) 8218-3853 / (61) 9983-5196
Zhamara Mettuza - (84) 3221-0217 / (84) 9471-2134 / (84) 8722-0213

Sabrina Sato e Fábio Faria juntos: "A carne é fraca", diz a apresentadora

Do blogsocial, no portal Uol, neste domingo
:


SABRINA SATO E FÁBIO FARIA VOLTARAM ÀS BOAS?
"Estamos conversando e a carne é fraca," disse a apresentadora Sabrina Sato a Quem, após ser indagada se teria voltado o namoro com o deputado Fábio Faria. O casal chegou com grupo de amigos no show de Shakira, na noite deste sábado (19), em SP. Ainda de acordo com o site da revista, uma fonte teria dito que o casal realmente reatou. Sabrina e Fábio deixaram a festa, realizada após o show na Vila Olímpia, de braços dados.


A forma como são eleitos deputados federais, deputados estaduais e distritais e vereadores é um dos temas centrais e mais polêmicos da reforma política e será o primeiro item da pauta da reunião de terça-feira (22) da comissão do Senado que estuda o assunto.

A discussão sobre propostas que alteram o sistema eleitoral brasileiro é considerada uma das mais importantes da reforma política e será feita em conjunto com o segundo tema do dia, as coligações partidárias.

O sistema proporcional de lista aberta, atualmente utilizado nas eleições para esses cargos, tem recebido inúmeras críticas, mas não há consenso sobre o modelo que poderia substituí-lo.

O PSDB defende o voto distrital misto, enquanto o PT se mantém a favor do voto proporcional com lista fechada.

Já o PMDB e o presidente da Comissão de Reforma Política, Francisco Dornelles (PP-RJ), defendem o chamado "distritão", ou seja, o voto majoritário para estados e municípios.

Se não chegarem a um entendimento, os senadores da comissão poderão decidir no voto qual modelo irão incluir no anteprojeto que será apresentado para votação dos demais senadores.

Uma das críticas ao sistema atual é que o eleitor quando vota em um candidato pode contribuir para eleger outros que pertençam ao mesmo partido (ou coligação). Isso ocorre porque, no sistema proporcional de lista aberta, o voto não é contabilizado apenas para o candidato, mas também para seu partido ou coligação.

E é o número total dos votos válidos de cada agremiação que define a quantidade de vagas a que a legenda terá direito.

Por causa dessa lógica, um candidato "puxador de votos" (capaz de conquistar, sozinho, uma grande fatia do eleitorado) ajuda a eleger colegas de partido ou coligação, até quando a votação deles é menor que a de candidatos de outras legendas.

Coligações

A discussão sobre coligações partidárias (segundo tema da reunião de terça-feira) está diretamente relacionada ao modelo em vigor - proporcional de lista aberta.

Ao fazer uma coligação, dois ou mais partidos políticos se unem para concorrerem à determinada eleição. Essa estratégia ajuda as legendas que, sozinhas, não conseguem votos suficientes para atingir o quociente eleitoral.

Se o Congresso decidir pelo fim do voto proporcional em lista aberta, "perdem sentido as coligações para eleger deputados e vereadores", conforme explica o senador Francisco Dornelles.

Na votação em lista fechada, os eleitos seguem a ordem definida pelo partido e, no sistema distrital, o que prevalece é a eleição do candidato mais votado.

Fonte: Agência Senado

sexta-feira, 18 de março de 2011

Arruda volta a dizer que deu ajuda financeira ao senador José Agripino

Da revista Veja, na sua página Online:

Entrevista 
ARRUDA DIZ QUE AJUDOU LÍDERES DO DEM A CAPTAR DINHEIRO
Segundo o ex-governador, dinheiro da quadrilha que atuava em Brasília alimentou campanhas de ex-colegas como José Agripino Maia e Demóstenes Torres 
José Roberto Arruda: "Joguei o jogo da política brasileira" (Agência Brasil) 

José Roberto Arruda foi expulso do DEM, perdeu o mandato de governador e 
passou dois meses encarcerado na sede da Polícia Federal (PF), em Brasília, depois de realizada a Operação Caixa de Pandora, que descobriu um esquema de arrecadação e distribuição de propina na capital do país. Filmado recebendo 50 mil reais de Durval Barbosa, o operador que gravou os vídeos de corrupção, Arruda admite que errou gravemente, mas pondera que nada fez de diferente da maioria dos políticos brasileiros: “Dancei a música que tocava no baile”. 

Em entrevista a VEJA, o ex-governador parte para o contra-ataque contra ex-colegas de partido. Acusa-os de receber recursos da quadrilha que atuava no DF. E sugere que o dinheiro era ilegal. Entre os beneficiários estariam o atual presidente do DEM, José Agripino Maia (RN), e o líder da legenda no Senado, Demóstenes Torres (GO). A seguir, os principais trechos da entrevista: 

O senhor é corrupto? 
Infelizmente, joguei o jogo da política brasileira. As empresas e os lobistas ajudam nas campanhas para terem retorno, por meio de facilidades na obtenção de contratos com o governo ou outros negócios vantajosos. Ninguém se elege pela força de suas idéias, mas pelo tamanho do bolso. É preciso de muito dinheiro para aparecer bem no programa de TV. E as campanhas se reduziram a isso. 

O senhor ajudou políticos do seu ex-partido, o DEM? 
Assim que veio a público o meu caso, as mesmas pessoas que me bajulavam e recebiam a minha ajuda foram à imprensa dar declarações me enxovalhando. Não quiseram nem me ouvir. Pessoas que se beneficiaram largamente do meu mandato. Grande parte dos que receberam ajuda minha comportaram-se como vestais paridas. Foram desleais comigo. 

Como o senhor ajudou o partido? 
Eu era o único governador do DEM. Recebia pedidos de todos os estados. Todos os pedidos eu procurei atender. E atendi dos pequenos favores aos financiamentos de campanha. Ajudei todos. 

O que senhor quer dizer com “pequenos favores”? 
Nomear afilhados políticos, conseguir avião para viagens, pagar programas de TV, receber empresários. 

E o financiamento? 
Deixo claro: todas as ajudas foram para o partido, com financiamento de campanha ou propaganda de TV. Tudo sempre feito com o aval do deputado Rodrigo Maia (então presidente do DEM). 

De que modo o senhor conseguia o dinheiro? 
Como governador, tinha um excelente relacionamento com os grandes empresários. Usei essa influência para ajudar meu partido, nunca em proveito próprio. Pedia ajuda a esses empresários: “Dizia: ‘Olha, você sabe que eu nunca pedi propina, mas preciso de tal favor para o partido’”. Eles sempre ajudaram. Fiz o que todas as lideranças políticas fazem. Era minha obrigação como único governador eleito do DEM. 

Esse dinheiro era declarado? 
Isso somente o presidente do partido pode responder. Se era oficialmente ou não, é um problema do DEM. Eu não entrava em minúcias. Não acompanhava os detalhes, não pegava em dinheiro. Encaminhava à liderança que havia feito o pedido. 

Quais líderes do partido foram hipócritas no seu caso? 
A maioria. Os senadores Demóstenes Torres e José Agripino Maia, por exemplo, não hesitaram em me esculhambar. Via aquilo na TV e achava engraçado: até outro dia batiam à minha porta pedindo ajuda! Em 2008, o senador Agripino veio à minha casa pedir 150 mil reais para a campanha da sua candidata à prefeitura de Natal, Micarla de Sousa (PV). Eu ajudei, e até a Micarla veio aqui me agradecer depois de eleita. O senador Demóstenes me procurou certa vez, pedindo que eu contratasse no governo uma empresa de cobrança de contas atrasadas. O deputado Ronaldo Caiado, outro que foi implacável comigo, levou-me um empresário do setor de transportes, que queria conseguir linhas em Brasília. 

O senhor ajudou mais algum deputado? 
O próprio Rodrigo Maia, claro. Consegui recursos para a candidata à prefeita dele e do Cesar Maia no Rio, em 2008. Também obtive doações para a candidatura de ACM Neto à prefeitura de Salvador. 

Mais algum? 
Foram muitos, não me lembro de cabeça. Os que eu não ajudei, o Kassab (prefeito de São Paulo, também do DEM) ajudou. É assim que funciona. Esse é o problema da lógica financeira das campanhas, que afeta todos os políticos, sejam honestos ou não. 

Por exemplo? 
Ajudei dois dos políticos mais decentes que conheço. No final de 2009, fui convidado para um jantar na casa do senador Marco Maciel. Estávamos eu, o ex-ministro da Fazenda Gustavo Krause e o Kassab. Krause explicou que, para fazer a pré-campanha de Marco Maciel, era preciso 150 mil reais por mês. Eu e Kassab, portanto, nos comprometemos a conseguir, cada um, 75 mil reais por mês. Alguém duvida da honestidade do Marco Maciel? Claro que não. Mas ele precisa se eleger. O senador Cristovam Buarque, do PDT, que eu conheço há décadas, um dos homens mais honestos do Brasil, saiu de sua campanha presidencial, em 2006, com dívidas enormes. Ele pediu e eu ajudei. 

Então o senhor também ajudou políticos de outros partidos? 
Claro. Por amizade e laços antigos, como no caso do PSDB, partido no qual fui líder do Congresso no governo FHC, e por conveniências regionais, como no caso do PT de Goiás, que me apoiava no entorno de Brasília. No caso do PSDB, a ajuda também foi nacional. Ajudei o PSDB sempre que o senador Sérgio Guerra, presidente do partido, me pediu. E também por meio de Eduardo Jorge, com quem tenho boas relações. Fazia de coração, com a melhor das intenções.

Do Blog - De acordo com o jornalista Cláudio Humberto, que publicou trechos da entrevista em seu blog, as declarações do ex-governador do DF, José Roberto Arruda, foram dadas ao repórter da revista Veja, Diego Escosteguy, em setembro do ano passado, porém, jamais publicada. 
Agora, segundo CH, sabendo que Escosteguy estreia neste sábado nas páginas da revista Epoca, exatamente com a entrevista vetada pela Veja...eis que a revista da Editora Abril lança a entrevista - quase caduca - em sua página Online. 
E o Blog reproduziu.