Publicidade

Controle Contabilidade

;

SUPER SHOW GOMES

domingo, 5 de julho de 2009

Miss Mundo

Candidatas do Miss Mundo Brasil têm que ficar longe das mães no dia do desfile

Competidoras podem ser preparadas apenas por equipe da organização.Objetivo é evitar favorecimentos por condições desiguais entre candidatas.
Dani Blaschkauer Do G1, em Angra Reis (RJ)


Para evitar que favorecimento entre as candidatas (que têm diferentes condições financeiras e estrutura de preparação), a organização do concurso Miss Mundo Brasil, que acontecerá na noite deste sábado (4) em Angra dos Reis (RJ), estabeleceu que quem cuidará de todos os aspectos de beleza das 38 candidatas será uma equipe que foi contratada pelos próprios organizadores.

Assim, qualquer familiar ou integrante do “staff” da modelo é proibido de entrar ou chegar perto do trabalho da equipe formara por cabeleireiros e maquiadores que é responsável pelas meninas.

Amanda Rocha Fróes (Bahia) espera os cuidados do cabeleireiro (Foto: Dani Blaschkauer/G1)

E o que não falta nos bastidores do concurso são os coordenadores ou mães das candidatas: uns são amigos pessoais, outros são contratados pela organização do concurso de miss estadual. Todos eles, porém, só puderam participar ativamente dos cuidados das garotas até o início da tarde desse sábado.
Ana Carolina passa pelo cabeleireiro ao lado das demais concorrentes. A ex-integrante do BBB, que participará como miss em dois concursos na China, vai ser uma das juradas do Miss Mundo Brasil, em Angra dos Reis (RJ) (Foto: Dani Blaschkauer)

saiba mais
Candidatas do Miss Mundo Brasil dormem pouco e levam bronca logo cedo


O G1 acompanhou parte do trabalho da equipe de cabeleireiros.
Expectativa


No salão, as meninas ganham todos os retoques possíveis da equipe formada por um maquiador e três cabeleireiros. Mas elas não podem demorar muito tempo nos preparativos: cada uma fica uma hora lá dentro.
Lívia Barraque Barbosa (Espírito Santo) recebe os cuidados do maquiador. (Foto: Dani Blaschkauer/G1)

As demais esperam a vez, seja dormindo em seus quartos, seja cuidando da roupa que usarão durante o desfile, que começa às 21h deste sábado.
Raquel Pedonni Silva (Fernando de Noronha) posa enquanto tem o cabelo preparado (Foto: Dani Blaschkauer/G1)

Nenhuma foi vista passeando ou mesmo na piscina, até mesmo porque o tempo nublado não colabora muito em Angra dos Reis. A prioridade, a partir de agora, é descansar o quanto for possível antes do começo do desfile.
Maysa Chagas (Goiás) conversa com o cabeleireiro, enquanto ele cuida da Miss Bahia (Foto: Dani Blaschkauer/G1)
A mineira Tamara Almeida passa por últimos preparativos antes de entregar a coroa. (Foto: Dani Blaschkauer/G1)





Veja os próximos carros que serão lançados com motor flex

Sentra, Focus 2.0, Trazo e City estão entre as novidades.Brasil tem cerca de 8 milhões de veículos bicombustíveis.


Milene Rios Do G1, em São Paulo

Nissan Sentra (Foto: Divulgação)

Há seis anos era lançado no Brasil o primeiro carro flex. Hoje, os veículos com motor bicombustível representam perto de 90% das vendas de automóveis e comerciais leves, um montante que já atingiu cerca de 8 milhões unidades no país e representa 30% da frota total, estimada em 27 milhões de veículos.

Siga o G1 Carros no Twitter


Os números animadores fizeram com que surgissem em 2009 algumas inovações como a primeira moto flex do mundo, a Honda CG Titan Mix e o primeiro motor V6 bicombustível no Brasil que equipa a Mitsubishi Pajero Sport.

saiba mais
Brasil terá de aperfeiçoar a tecnologia flex, apontam especialistas
Metade da frota nacional em 2012 será de bicombustíveis, diz Unica



Para o segundo semestre deste ano são aguardados cerca de 50 lançamentos entre novos modelos e versões. Além dos que já sairão de fábrica com tecnologia flex, há outros que já estão no mercado e passarão a beber álcool e gasolina. Confira o que vem por ai:


SENTRA FLEX O motor 2.0 fabricado no México está quase pronto para receber os dois tipos de combustíveis e deve chegar ao país entre setembro e outubro. Com o novo propulsor, o sedã deixará de ser oferecido com transmissão automática, assim como ocorreu com o Honda Fit. A potência do atual motor a gasolina é de 142 cavalos.

Ford Focus (Foto: Divulgação)


FORD FOCUS Mesmo com uma boa lista de equipamentos de série e um visual arrojado, o novo Focus ainda não vingou. A explicação pode estar no propulsor que este ano, nas versões hatch e sedã 2.0, passarão a beber álcool também. O novo motor será o mesmo 2 litros de 145 cv que já equipa o utilitário esportivo EcoSport. Provavelmente a picape Ranger, que chega em agosto, também irá trazer o motor bicombustível para acirrar a disputa de mercado com a Chevrolet S10, que já é flex.


EFFA LIFAN Prometido para o primeiro semestre do ano, o hatch Lifan chega com atraso por causa do motor flexível. As versões 1.3 e 1.6 já começarão a ser vendidas com propulsores bicombustíveis e os preços devem ficar entre R$ 35 mil e R$ 55 mil. Os modelos equipados com motor a gasolina de 1.3 litros geram 85 cavalos, enquanto os 1.6 l desenvolvem 104 cv.

Dodge Trazo (Foto: Divulgação)


DODGE TRAZO Fabricado pela Nissan no México, o Trazo (versão sedã do hatch Tiida) será o primeiro modelo a beber álcool e gasolina da Dodge à venda no país. O motor será o mesmo que estreou no Tiida e no Livina este ano: 1.8 16V de 126 cavalos (com álcool) e 17,5 kgfm de torque. Com o mesmo entre-eixos do hatch (2,6 m) a versão sedã tem porta-malas com capacidade para 400 litros.


HONDA CITY O Fit também chega este ano em versão sedã. Trata-se do City que é feito na plataforma do monovolume e trará o mesmo conjunto mecânico, inclusive o motor 1.5 flex de até 116 cv. O novo sedã médio tem 2,55 metros de entre-eixos, 4,39 m de comprimento e a capacidade do porta-malas é de 500 litros. O preço deve ficar entre R$ 59.900 e R$ 64 mil (com câmbio automático).

Honda City (Foto: Divulgação)



VOLKSWAGEN FOX E SAVEIRO Em setembro o novo Fox começa a ser produzido e chega até o começo de outubro com novo visual e mais equipamentos de série, mas trará sob o capô os mesmo motores bicombustíveis 1.0 de 76 cv e 1.6 de 103 cv. Até o final do ano quem aparece também é a nova geração da picape Saveiro que será baseada no novo Gol, mas deverá vir apenas com o propulsor 1.6 flex.

FIAT SIENA, PALIO E IDEA O sedã Siena HLX e a versão Adventure Locker do hatch Palio e do monovolume Idea serão os próximos modelos a receber o câmbio automatizado Dualogic. O motor continuará o mesmo nos três modelos:1.8 flex de 114 cavalos (com álcool). Os lançamentos começam a chegar este mês.

GPiX (Foto: Daigo Oliveira/G1)


GM VIVA O Agile será o primeiro modelo da família Viva (inspirada no conceito GPiX) a estrear no Brasil. O hatch que quer disputar mercado com o VW Fox deverá ser equipado com motores 1.0 e 1.4 flex. A nova linha de carros da GM no Brasil inclui também um utilitário esportivo, uma picape pequena e um sedã.


Em 2010, novo Focus Ford 1.6,Toyota Corolla 2.0, picape Hilux e o Hyundai Tucson (caso seja fabricado no Brasil) deverão começar a rodar com álcool e gasolina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário